Ir para o conteúdo

(38) 3841-1513
(38) 3841-4761
gabinete@salinas.mg.gov.br
Segunda a Sexta-feira das 07 horas as 17 horas
Siga-nos
Prefeitura de Salinas - MG
Acompanhe-nos:
Rede Social Facebook
Rede Social Instagram
Rede Social Youtube
Notícias
Enviar para um amigo!
Indique essa página para um amigo com seus dados
Obs: campos com asterisco () são obrigatórios.
Enviando indicação. Por favor, aguarde...
JUL
28
28 JUL 2021
CULTURA
Fundação de Cultura trabalha resgate cultural com comunidade quilombola
enviar para um amigo
receba notícias

Os membros da Fundação Municipal de Cultura de Salinas estiveram nesta terça-feira (27) na Comunidade Quilombola de Olaria Bagres, pertencente à comunidade rural de Canela Dema. A iniciativa foi para buscar o resgate da cultura local e a valorização destes povos remanescentes.

De acordo com o presidente da Fundação, Gil Santos, a visita se justifica pela importância da preservação da história do povo quilombola, a presença da cultura africana em nosso meio e mais que isso: o resgate de um povo as suas origens.

“Durante o encontro, a presidente da Associação Quilombola de Olaria Bagres, Elza, juntamente com moradores da comunidade, entre elas Otelina, de 96 anos, e Iracy, de 77 anos, nos contou um pouco de suas histórias e de seus antepassados, além de causos desta região”, revela Gil Santos.

A vida da comunidade, de acordo com as moradoras, foi e é de bastante luta e muitas das histórias e costumes, passados de geração em geração. Gil evidencia que a Administração Municipal de Salinas está empenhada em trabalhar a inserção e reconhecimento das comunidades quilombolas e pensar Políticas Públicas eficazes para atender esta parcela da população.

“Os relatos dos moradores são um patrimônio cultural imaterial de Salinas, que precisam perpetuar. As pessoas precisam ter mais acesso à história e à tradição”, finaliza Gil.

A Secretária de Educação e Cultura, Cleidimara Araújo, afirmou que a Pasta está empenhada em trabalhar este resgate e valorização cultural: “Estamos traçando estratégias para o trabalho em nossas salas de aulas, com os alunos da Rede Municipal de Ensino. Na Cultura, a Fundação está trabalhando para colocar em prática a manutenção deste contexto histórico-cultural”.

A secretária de Desenvolvimento Social e Políticas Públicas, Adelane Ferreira, explica que o trabalho para reconhecer os membros da comunidade como quilombola perante o Estado está sendo feito. “Já cadastramos as famílias no CadÚnico, estamos dando apoio aos trabalhos e projetos e lhes informando de seus direitos”,diz.

A titular da Pasta salienta que como quilombolas eles possuem Políticas Públicas voltadas para eles, que lhes permitem proteção aos seus costumes e mais atenção por parte do Poder Público.

Seta
Versão do Sistema: 3.2.5 - 03/08/2022
Copyright Instar - 2006-2022. Todos os direitos reservados - Instar Tecnologia Instar Tecnologia